Segunda-feira, 25 de Outubro de 2004

O Não-Eu

Qualquer consciência, quer seja do passado ou do presente, interna ou externa, grosseira ou subtil, inferior ou superior, próxima ou distante; toda a consciência deve ser vista como na verdade é: com correcta sabedoria: isso não é meu, isso não sou eu, isso não é o meu eu.

 

SAMYUTTA NIKAYA XXII.59

publicado por Isabel às 10:18
link do post | comentar | favorito
|

.sobre mim

.pesquisar

 

.links

.pensamentos recentes

. O Não-Eu

.tags

. todas as tags

.Dezembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds