Sexta-feira, 29 de Outubro de 2004

...

tranquillity.jpg 

“…Quando sonhamos, o sonho é real;


Quando acordamos, é irreal.


Todas as coisas são reais ou irreais.


O reflexo da lua na água


Não é de fato a lua,


Mas é real porque podemos vê-lo…”  


“Os ocidentais atingiram um nível incrivelmente alto de sofisticação tecnológica. Máquinas produzidas em massa nos permitem viajar através do ar em grande velocidade, explorar as profundezas do oceano, e presenciar instantaneamente o que quer que esteja acontecendo em qualquer canto do mundo e até mesmo fora do nosso planeta


Porém, nossa mente, que está tão próxima de nós, permanece impenetrável: não compreendemos o que nossa mente realmente é. Isto é um paradoxo pois, apesar de termos refinados telescópios para enxergar a anos-luz daqui e microscópios poderosos o bastante para distinguir os detalhes atômicos da matéria, a mente, que o aspecto mais básico e íntimo do nosso ser, permanece o mais invisível, desconhecido, misterioso


Somos todos iguais; todos temos o sentimento de existir com um ego que está sujeito a todos os tipos de dificuldades e sofrimento, ansiedades e medos.


Todas as tradições espirituais — cristã, hindu, judaica, islâmica ou buddhista — ensinam que o ponto principal é a compreensão do que somos, em seu nível mais profundo


Todas elas surgiram da atividade espiritual iluminada que surge da realização completa da natureza da mente. Cada tradição trabalha pelo bem-estar dos seres, de acordo com as suas necessidades específicas.”                Kalu Rinpoche


http://kalu.dharmanet.com.br/index.htm

publicado por Isabel às 01:01
link do post | comentar | favorito
|

.sobre mim

.pesquisar

 

.links

.pensamentos recentes

. Natal - tempo de PAZ

. procure a riqueza em si

. a vida

. amor-cisne

. como distinguir o amor ve...

. meu amor

. dor amor

.tags

. todas as tags

.Dezembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds