Segunda-feira, 1 de Novembro de 2004

Ilusão

"Sem uma certa compreensão da impermanência, quando pensamos que nada muda, somos como alguém rico a fazer projectos no leito de morte. Ilusão é o que vive um ser alienado que vai para a rua no Inverno e salta para a água glaciar demasiado perturbado para se dar conta que o seu corpo vai gelar. O que cria a ilusão? É o próprio espírito. E fá-lo tomar por real o que não é. Temos de compreender que as ilusões são distintas do espírito. É por essa razão que é possível desembaraçarmo-nos delas E o que dizer do espírito, criador de ilusões? Para responder a esta questão, devemos analisar a natureza da consciência iluminada. Examinemos a experiência mental." in Dilgo Khyentse Rinpoché, Compaixão e Iluminação

publicado por Isabel às 02:23
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De j.c.t.p a 1 de Novembro de 2004 às 19:05
Não sei porquê, mas acho piada a este blog!

No meio de tanto “lixo” (sem ofensa a ninguém! Podem incluir aí o meu também!) sabe muito bem encontrar um blog assim!

Enquanto puder continuarei a saboreá-lo, mesmo que os sentidos sejam uma ilusão!

Comentar post

.sobre mim

.pesquisar

 

.links

.pensamentos recentes

. Natal - tempo de PAZ

. procure a riqueza em si

. a vida

. amor-cisne

. como distinguir o amor ve...

. meu amor

. dor amor

.tags

. todas as tags

.Dezembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31
blogs SAPO

.subscrever feeds